segunda-feira, 21 de novembro de 2016

ÓRGÃOS DIGESTIVOS DE ANIMAIS: aves granívoras e ruminantes

Quem come grãos duros e não tem dentes, como desfaz os alimentos e os divide em nutrientes?Como é constituído o seu sistema digestivo? Procura aqui.
Retirado aqui

Quem come vegetais em grande quantidade,  onde e como faz a digestão de tanta erva?
Como é constituido o seu sistema digestivo?
Aqui podes obter resposta  estas questões.

domingo, 6 de novembro de 2016

O QUE ACONTECE NO SISTEMA DIGESTIVO: na boca, no estômago e no intestino delgado?

Percebeste que o sistema digestivo faz um grande esforço para dividir os alimentos, separar os nutrientes e estes em partículas? Percebeste o que acontece na boca, no estômago e no intestino delgado?
Vamos rever tudo isto:
NA BOCA
Os dentes fazem a mastigação (cortam, rasgam e desfazem a comida) e a saliva (ptialina) atua sobre o amido (um glúcido) dividindo-o em "pedaços"; a língua envolve e mistura os alimentos com a saliva (produzida nas glândulas salivares) ... e forma-se uma papa, o BOLO ALIMENTAR.
O bolo alimentar sofre  a deglutição e passa pela faringe e esófago, em direção ao estômago.
NO ESTÔMAGO
O bolo alimentar chega ao estômago, depois da deglutição, e vai ser sujeito à acção do suco gástrico (produzido nas glândulas gástricas ou estomacais) que atua sobre as proteínas, dividindo-as; os movimentos peristálticos do estômago misturam os alimentos com o suco gástrico ... forma-se uma papa mais fina, o QUIMO.

Ver aqui

NO INTESTINO DELGADO
O quimo chega ao intestino delgado e sofre a ação dos movimentos peristálticos e de sucos digestivos:
  •  da bílis (produzida no fígado e armazenada na vesícula biliar) que vai iniciar a divisão das gorduras (lípidos) ...
  • do suco pancreático (produzido pelo pâncreas) que actua sobre proteínas, glúcidos e lípidos, continuando a dividí-los.
  • do suco intestinal (produzido nas glândulas intestinais), que acaba de dividir os nutrientes.
Durante este processo os alimentos são sujeitos aos movimentos peristálticos do intestino, que misturam os sucos digestivos com os nutrientes, facilitando a sua divisão. No final forma-se uma papa muito fina. Observa a divisão dos nutrientes.

Tanto trabalho ... tantos movimentos ... tantos sucos digestivos. Os nutrientes estão finalmente divididos em partículas muito finas. E agora? O que vai acontecer a essas partículas?
Na imagem A observas o intestino delgado, com as vilosidades intestinais no interior. Na imagem B observas as vilosidades intestinais aumentadas e, no seu interior, os vasos sanguíneos.
Retirado aqui
As partículas dos nutrientes, separadas durante a digestão, vão atravessar as vilosidades intestinais e passar para o sangue ou linfa. A este fenómeno chama-se ABSORÇÃO DIGESTIVA.
Os nutrientes que não chegaram a dividir-se, as fibras e parte da água, vão par o intestino grosso e, depois, são eliminados na forma de fezes.
Os nutrientes simples que passaram para o sangue seguem para as células. A este fenómeno chama-se ASSIMILAÇÃO. As células vão usá-los de várias formas (que já estudaste):
  •  as proteínas, lípidos, minerais e água, como material de construção;
  • os glúcidos, os lípidos e algumas proteínas, para produzir energia;
  •  as vitaminas, para nos proteger de doenças.
Para perceberes melhor o que se passa na boca, estômago e intestino delgado, podes ver e/ou ouvir os filmes:
Agora faz os exercícios:
Ainda há dúvidas? Coloca-as em "comentários".

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

AÇÚCAR? Não. Obrigado!

Sabes que devemos evitar alimentos ricos em açúcar. Sabes, também, que há açúcar "escondido" em muitos alimentos que comemos e que não é fácil perceber se um alimento contém ou não açúcar.
Para saber a quantidade de açúcar existente num alimento temos de consultar a rotulagem dos alimentos. Mas é preciso aprender a ler os rótulos e perceber que em vez da palavra açúcar pode ser indicado sacarose, dextrose, glicose que significam o mesmo: AÇÚCAR.
O açúcar "esconde-se" nas bolachas, refrigerantes, leite achocolatado, gelatinas, barras de cereais, cereais de pequeno-almoço, molhos, gomas, bolos, etc.
  • Muita gente come bolachas ao lanche, quando devia comer pão.
  • Bebe refrigerantes, quando devia beber leite.
  • Come cereais de pequeno-almoço carregados de açúcar, quando devia optar por cereais simples sem açúcar ou pelo pão.
  • Come gomas, quando devia comer fruta.

Tu sabes que quem come açúcar em excesso coloca  a sua saúde em risco. 
Chama os teus pais, alerta-os para os riscos do açúcar e:
Aqui fica o alerta:

QUERES TER SAÚDE? 

ANTES DE IR ÀS COMPRAS FAZ, COM OS TEUS PAIS, UMA LISTA DOS ALIMENTOS NECESSÁRIOS.
                                 
NÃO TE DEIXES INFLUENCIAR PELAS PROMOÇÕES E PELA PUBLICIDADE!
            
                                                   DIZ NÃO AO AÇÚCAR!
                                


sexta-feira, 28 de outubro de 2016

"SOPA? Claro que sim."

Comes sopa ao almoço e ao jantar?
Sabes por que motivo é importante comer sopa?
Na verdade a sopa é uma refeição completa quando é confecionada com alimentos da maior parte dos setores da Roda dos Alimentos pois, nesse caso, conterá com certeza os 7 nutrientes.
A sopa é usada no controlo da obesidade, tendo em vista garantir:
  • a ingestão dos nutrientes necessários para a renovação celular;
  • a proteção contra as doenças;
  • a regulação do organismo;
  • a energia necessária à actividade física diária.
É também essencial para o bom funcionamento do intestino, para o controlo do colesterol no sangue, etc.
Queres descobrir quais são as vantagens de comer sopa?
Já percebeste por que razão as pessoas informadas não dispensam a sopa e por que motivo há actualmente locais onde só servem sopa?
Durante muitos anos a SOPA foi associada a alimento de crianças e de pobres ... hoje em dia é moda, pois os conhecimentos científicos atuais provaram que é um alimento completo e equilibrado, essencial à saúde e bem estar. 

A SOPA ESTÁ NA MODA!

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

NUTRIENTES: o que são? para que servem?

Fazes várias refeições por dia e comes uma grande variedade de alimentos.
Sabes que os alimentos têm importância diferente para o nosso organismo, que depende dos seus constituintes. Os constituintes dos alimentos chamam-se nutrientes.
Percebeste que a Roda dos Alimentos está organizada em setores. E cada um junta alimentos especialmente ricos num ou vários nutrientes.

Leite, queijo e iogurtes - são alimentos equilibrados, que contêm proteínas, glúcidos, lípidos, vitaminas e minerais
Azeite, óleo, manteiga e margarina - são ricos em lípidos e contêm vitaminas solúveis em gorduras (vit. A, vit. D, vit E e vit K). 
Frutos, vegetais e leguminosas - ricos em vitaminas, minerais e fibras; as leguminosas são, também, ricas em proteínas, tal como a carne.
Arroz, massa, pão, cereais de pequeno-almoço, batata, bolachas e leguminosas - ricos em glúcidos ou hidratos de carbono
Carne peixe, ovos e leguminosas - ricos em proteínas.



É fácil ver que há setores grandes  e outros muito pequenos. Uma alimentação é saudável se for:

  • COMPLETA - comer alimentos ricos nos 7 nutrientes (dos varios setores)
  • VARIADA - variar de alimentos de cada setor, de refeição para refeição;
  • EQUILIBRADA - comer mais alimentos dos setores grandes e menos dos setores pequenos.
Agora, com os teus pais, podes consultar a informação:

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

ADITIVOS ALIMENTARES: vantagens e desvantagens para saúde humana

Importa saber que:
  •  os aditivos alimentares são substâncias de origem natural ou química, que são adicionadas aos alimentos para facilitar o fabrico, a utilização ou a conservação e, também, para melhorar as características organoléticas do produto (o paladar, o aroma, a cor etc.). 
  • para que possam ser usados em Portugal, têm de ser autorizados na União Europeia. Os aditivos permitidos na União Europeia são designadas pela letra E seguida de um número. Esse número indica o aditivo.

São usados corantes (dão cor), aromatizantes (dão aroma), edulcorantes (dão paladar doce, ma não têm açúcar), antioxidante (o alimento não  se altera em contacto com o oxigénio; dura mais tempo), conservantes (não permitem o desenvolvimento de microrganismos; o alimento dura mais tempo), etc.

Exemplos:
E 102 - corante amarelo (tartrazina); 
E 110 - corante laranja (amarelo sol);
E 123 - corante vermelho (amaranto);
E 150 - corante castanho (caramelo);
E 300 - antioxidante (ácido ascórbico = vitamina C).

Vantagens dos aditivos alimentares:

  • maior durabilidade dos alimentos devido ao uso de conservantes (que não permitem o desenvolvimento de microrganismos) e de antioxidante (evitam alterações quando o alimento está em contacto com o ar);
  • melhor composição nutricional de alimentos aos quais foram adicionadas vitaminas, ferro, zinco, etc.  
  • melhor aspeto dos alimentos devido ao uso de corantes;
  • etc.

Desvantagens dos aditivos alimentares:

  • alguns aditivos provocam alergias (pesquisa aqui os termos corante, conservante, antioxidante, edulcorante, etc.).
  • outros, como o conservante BHA  e alguns edulcorantes são indicados como carcinógeno (provocar cancro).

Devemos reduzir a utilização de alimentos com aditivos alimentares, em especial dos que não são necessários (corantes, aromatizantes, edulcorantes). O nosso organismo só "aguenta" uma dose mínima desse produtos, a dose diária admissível (DDA). Mais do que isso é, em muitos casos, prejudicial à saúde.

Informação para Pais/EE: